Bombeiros de Carregal equipados com botas e fatos inovadores

– As novas fardas resistem mais às chamas e resultam de uma parceria com o Banco BIG (Banco de Investimento Global)

É uma verdadeira revolução para a proteção dos soldados na paz, na sua luta titânica contra os incêndios. Agora que a época de maior risco se iniciou (fase Charlie), os 95 bombeiros da corporação de Carregal já têm ao seu dispor as inovadoras fardas, não inflamáveis e que (entre outras novidades) possuem na traseira do casaco uma fita, ligada a uma cinta, para em eventuais situações de perigo o bombeiro ser puxado por um colega, sem que o fato se rasgue.

As botas  são outra das grandes   inovações  na indumentária –  a palminha têxtil apresenta
extrema resistência a   objetos perfurantes,  ou seja,   “nem pisando um prego elas conseguem ser
perfuradas, dada a sua resistência”, explicou à Comunicação Social o comandante dos Bombeiros de Carregal do Sal, Miguel Ângelo, que se mostrou muito satisfeito com a resolução deste problema.

As luvas,  impermeáveis e com    resistência ao calor,   dispõem agora de um sistema de ligação às
mangas do casaco, de modo a que não entre qualquer tipo de partícula como fagulhas provenientes
do fogo. O equipamento está também coberto de faixas refletoras.

“Um projeto de paixão, sentimento e solidariedade”

Foi assim que o responsável pelo Banco BIG, Carlos Rodrigues, caraterizou a parceria com os Bombeiros de Carregal. A instituição financeira pretende alargar a todos os bombeiros do país a iniciativa, que foi já batizada de “Vamos proteger quem nos protege”. Para o efeito foi já aberta uma conta para receber donativos. Por cada conta que for aberta no banco, o BIG vai oferecer 20 euros para a campanha, esperando que até Setembro sejam arrecadados cerca de 500 mil euros.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies