Aguieira manifesta-se amanhã contra o encerramento da sua escola

UNIÃO DAS FREGUESIAS DE CARVALHAL REDONDO E AGUIEIRA

Nota de Imprensa
À Comunicação Social
Na sequência das medidas tomadas pelo Ministério da Educação e Ciência para o encerramento das escolas primárias, vem esta União de freguesias e pais/encarregados de educação mostrar o seu descontentamento perante o possível encerramento da Escola Primária de Aguieira.
Face ao exposto, informamos:
A escola primária de Aguieira tem matriculados para o ano lectivo 2014/2015, 24 alunos; Um possível acolhimento de outras escolas, não garante um bem estar sustentável para as nossas crianças que estão habituadas a usufruir na Escola primária de Aguieira;  As possíveis escolas de acolhimento não têm condições físicas, nomeadamente refeitório e salas de aula para um número elevado de alunos, e estas já têm mais de 50 anos;
A escola primária de Aguieira é procurada por alunos de outras localidades, dado o seu excelente nível de ensino/aprendizagem;
A qualidade e experiência dos auxiliares/assistentes operacionais, professores, de uma maneira geral pessoal docente, garante o bem estar das nossas crianças;
O possível encerramento da Escola primária de Aguieira não tem a concordância da Junta de Freguesia, Câmara Municipal de Nelas e Direcção do Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim.
Mais informamos que já reuniu a Assembleia de freguesia, da União de Freguesias de Carvalhal Redondo e Aguieira, onde foi votada por unanimidade uma Moção que visa repudiar toda esta infeliz decisão do
Ministério da Educação e Ciência.
Já foram feitas diligências por parte do Exmo. Sr. Dr. Borges da Silva, Presidente da Câmara Municipal de Nelas com a DGEST no sentido de voltar atrás com esta possível decisão de encerramento da Escola Primária de Aguieira, devido aos motivos atrás referidos.
Sendo esta localidade vítima de decisões erradas por parte deste Governo, nomeadamente a fusão da Freguesia de Aguieira com Carvalhal Redondo não compreendemos que agora lhe pretendam retirar a principal instituição que permite fixar famílias e jovens, empobrecendo ainda mais o seu futuro.
A União de Freguesias, informa que se irá realizar uma Manifestação de toda a população de Aguieira para a conservação da Escola Primária de Aguieira.
De uma forma ordeira e civilizada queremos manifestar o nosso descontentamento perante um possível encerramento.
Aguardamos a Vossa comparência na próxima 3ª feira, dia 8 de Julho de 2014, pelas 19 horas, à frente da Escola Primária de Aguieira.
Com cartazes e panos pretos queremos mostrar a nossa revolta e o nosso luto perante esta situação.
Vamos, todos juntos, defender as nossas crianças.
Vamos defender a Escola Primária de Aguieira.
Contamos convosco!!!
Aguieira, 06 de Julho de 2014.
O Tesoureiro da União de Freguesias

17 comentários a "Aguieira manifesta-se amanhã contra o encerramento da sua escola"

  1. Uma boa iniciativa
    Mas atenção não esqueçam de acusar quem anda a ser o grande inimigo
    do povo da Aguieira.
    Junta já foi agora a escola

    O governo que desgoverna Portugal

  2. Boa iniciativa.
    A ver se Póvoa, Lapa e V.Madeiros copiam
    Até agora as Junta de Canas e da Lapa estão desaparecidas em combate!!!!!!!!!!!?????????

    • A junta da Lapa não dizer nada é normal. Vai-se a escola (ehehehehh) e caladinhos nada comunicam à população. Nada se sabe do que pensam.
      Fosse o Salomão o presidente da Junta e uma coisa seria certa. O homem estrebuchava para todos os lados. No mínimo lutava porque lhe corria e corre nas veias o sangue lapense dos seus antepassados. Agora o sangue que corre nas veias não é de Lapenses.
      Ou será que já têm projectos de venda do edificio? E têm receio de dizer…
      Seria bom transmitir ao povo da Lapa o que se está passando

    • jUNTA DA lAPA, quem ?????
      A Lapa têm junta?

  3. esperavam o quê? havia um acordo para construir muros, em substituição do centro escolar

  4. Digam a verdade às pessoas, querem acabar com as escolas da Aguieira, Vale de Madeiros e Povoa de Santo António, para destruirem o Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim e todos nós sabemos de onde isso parte e sempre partiu.
    Deixem o revanchismo politico para as outras ocasiões e defendam os interesses das crinças e das populações.

  5. Esta nota de imprensa é uma vergonha e apenas serve para bajolar o Presidente da Câmara de Nelas, assine mas é o documento para os alunos de carvalhal e aguieira passarem para Canas e assim não acabarão com o Agrupamento.

    • O Centro Escolar não o quiseram construir, agora só estão preocupado com o agrupamento, pois podem perder os tachos, defem é as Escolas da Lapa,Aguieira, Vale de Madeiros e Povoas. Canas só esta preocupada com o agrupamento, mas as crianças irem para Canas ou para Nelas é igual.

  6. O grande inimigo deste País foi o Eng. Socrates que tornou este País num protetorado e o levou à bancarrota, incluindo a falta de dinheiro para a saude e fins sociais.

    • Laranjite aguda? Estamos piores do que estávamos.
      É conveniente acompanhar as notícias
      Mandar bitaites por falta de informação não é nada prestigiante

    • Foi ele que criou os hipermercados escolares e que levou à ruina centenas de aldeias por esse interior fora.

  7. Tudo isto é consequência de politicas de centralização tanto a nível nacional como concelhio. A quando do Plano Diretor Municipal (PDM) em que quem queria ter casa era mais fácil comprar em Nelas do que construir na sua terra, começou ai a desertificação das povoações deste concelho. Os jovens foram para a cede de concelho comprar casa porque não podiam construir nos terrenos nas suas terras.
    Agora começam a chegar as consequências dessas politicas. Nessa altura é que o povo se devia revoltar, mas ai estava tudo bem porque era (chique) ir viver para Nelas.

    • Muito bem concordo e quem ficou nas aldeias e que se trama… Só uma pequena correção sede de concelho e ao cede de concelho

  8. A Junta da Lapa está calada, pois os seus elementos não têm amor a Lapa eles são achadiços cairam cá de para quedas. A lapa nada lhe diz

    • Caro conterrâneo tem carradas de razão. Quem manda na Junta da Lapa são como diz forasteiros, que apenas estão preocupados com os vencimentos da junta. Lá querem eles saber da Lapa, A Lapa nada lhes diz.
      Agora que empurraram o grande Salomão é urgente que o povo da Lapa coloque na Junta VERDADEIROS LAPENSES, que se preocupem com a nossa terra e não com os vencimentos.
      Há na nossa terra gente que ama a Lapa

      Depois do sr Salomão só podemos pedir a outros da mesma estirpe para estarem à frente dos nossos destinos.
      COM ESTES NÃO VAMOS A LADO ALGUM

    • Ó Salomão eles deram-te uma medalha, mas deixaram perder a escola
      Volta e tira estes imigrantes da casa que tu ajudaste a construir. Que desilusão.

      Se arrependimento matasse

    • Por favor não façam barulho
      Não acordem a Junta
      Respeitem quem está dormindo

      O despertador só toca no final do mês

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies