Diário de um Foral – Sábado 21 de Junho de 2014

Sábado 21 de Junho de 2014, talvez o dia mais alucinante e
diversificado desta viagem feita diário. A Basket Clube de Canas abriu as
hostilidades com a realização de um torneio de basquetebol 3X3 em que estiveram
envolvidas mais de 60 pessoas a praticarem a modalidade de que gostam, e embora
houvesse medalhas para os primeiros classificados quanto às classificações
pouco importa, importou sim o convívio e o respeito pelo adversário. Os nossos
escuteiros realizaram uma caminhada intitulada; “há 5 séculos nas suas pegadas”
que teria que ser interrompida devido ao mau tempo. Voltarei a este tema
aquando da sua realização. O GDR Canas de Senhorim com o Prof. Maria João como
organizadora realizou uma aula de zumba gratuita para toda a população, no
final da noite houve “bailarico” ao som do conjunto “Banda Clik” uma surpresa
que a organização das festas quis oferecer aos presentes. E por fim, a “A
travessia dos 500”, uma peça de teatro original, escrita pelo Prof. Luís
Pinheiro e que o PAMIR (Grupo de Teatro Amador Pais Miranda) e alguns
convidados representaram magistralmente. Uma viagem desde o nascimento de Canas
de Senhorim até aos nossos dias. As lutas, peripécias, personagens,
desenvolvimento e não desenvolvimento, enfim, uma estonteante viagem através
dos anos superiormente escrita. A verdade nua e crua da história Canense e que
o autor ofereceu o espólio ao grupo de teatro para ser incluído no seu
reportório. Amanhã vai haver desfile de moda organizado pela Dona Graça, até lá…