Diário de um Foral – Sábado 21 de Junho de 2014

Sábado 21 de Junho de 2014, talvez o dia mais alucinante e
diversificado desta viagem feita diário. A Basket Clube de Canas abriu as
hostilidades com a realização de um torneio de basquetebol 3X3 em que estiveram
envolvidas mais de 60 pessoas a praticarem a modalidade de que gostam, e embora
houvesse medalhas para os primeiros classificados quanto às classificações
pouco importa, importou sim o convívio e o respeito pelo adversário. Os nossos
escuteiros realizaram uma caminhada intitulada; “há 5 séculos nas suas pegadas”
que teria que ser interrompida devido ao mau tempo. Voltarei a este tema
aquando da sua realização. O GDR Canas de Senhorim com o Prof. Maria João como
organizadora realizou uma aula de zumba gratuita para toda a população, no
final da noite houve “bailarico” ao som do conjunto “Banda Clik” uma surpresa
que a organização das festas quis oferecer aos presentes. E por fim, a “A
travessia dos 500”, uma peça de teatro original, escrita pelo Prof. Luís
Pinheiro e que o PAMIR (Grupo de Teatro Amador Pais Miranda) e alguns
convidados representaram magistralmente. Uma viagem desde o nascimento de Canas
de Senhorim até aos nossos dias. As lutas, peripécias, personagens,
desenvolvimento e não desenvolvimento, enfim, uma estonteante viagem através
dos anos superiormente escrita. A verdade nua e crua da história Canense e que
o autor ofereceu o espólio ao grupo de teatro para ser incluído no seu
reportório. Amanhã vai haver desfile de moda organizado pela Dona Graça, até lá…

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies