Câmara assina protocolo com bombeiros voluntários de Canas de Senhorim e de Nelas para constituição de equipa de intervenção rápida e vigilância florestal móvel armada

Sendo os incêndios florestais, um flagelo que afeta o
Concelho de Nelas e todo o Território Nacional, e que se assume como uma das
principais preocupações que norteiam a ação da Câmara Municipal, foi assinado
no passado dia 13 de Maio, um Protocolo com os Bombeiros Voluntários de Canas
de Senhorim e de Nelas, para dotar o concelho com equipas permanentes,
tecnicamente dotadas e preparadas para fazer vigilância armada e deteção de
incêndios, bem como de proceder ao combate e assegurar o rescaldo e a
vigilância pós-incêndio, no sentido de garantir condições para que, em
permanência, se assegure uma vigilância armada e uma primeira intervenção no
combate rápida e eficaz, assim como uma melhor cobertura pré-hospitalar no
Concelho.
Cada uma das Corporações é responsável por criar uma equipa
composta pelo menos por 3 elementos do Quadro Ativo, que vão operar o mínimo de
um turno de 8 horas, entre as 11:00H e as 19:00H, e que poderá ser aumentado ou
encurtado, tendo em conta os avisos meteorológicos emitidos pelo Instituto
Português do Mar e da Atmosfera, os alertas emanados pela Autoridade Nacional
de Proteção Civil e as condições atmosféricas observadas.
O Protocolo prevê ainda por parte das Corporações
intervenções de índole operacional que deverão promover a triangulação de
meios, a intervenção musculada inicial e a articulação entre Corpos de
Bombeiros do Concelho, bem como a realização de ações de sensibilização para a
população local, e por solicitação da Câmara Municipal dar cumprimento, por
parte da equipa, a pequenas tarefas da responsabilidade do Município ou das
Juntas de Freguesia.

Para comparticipação das despesas com as ações protocoladas,
a Câmara Municipal atribuiu a cada uma das Corporações um valor de €7.500 (sete
mil e quinhentos euros).

1 comentário a "Câmara assina protocolo com bombeiros voluntários de Canas de Senhorim e de Nelas para constituição de equipa de intervenção rápida e vigilância florestal móvel armada"

  1. Como pode o Comandante Guilherme sentar-se ao lado daquele homem?

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies