“Adoção” de 66 árvores fez parte do projeto ambiental de reflorestação da Mata das Alminhas

   “Envolvemos nesta ação, que custou à autarquia cerca de 5 mil euros, escuteiros, bombeiros e a população em geral, que irão adotar as novas árvores, na sua larga maioria pinheiros mansos, zelando pelo seu crescimento”, contou ao nosso jornal o presidente da Câmara de Nelas, no arranque da reflorestação da Mata das Alminhas, pelas 10h da manhã deste Domingo. Borges da Silva era o rosto da satisfação por mais uma ação que visa melhorar a qualidade de vida da população, reabilitando um parque natural, verdadeiro “pulmão” da vila de Nelas, onde na sua juventude se lembra de “passear e praticar desporto”. O edil de Nelas é visivelmente um homem que se sente como peixe na água no concelho que o viu nascer, carregando em si uma forte componente emocional – é visível em Borges da Silva a grande paixão que está a depositar no empreendimento que está a  levar a cabo. Este é sem dúvida um novo estilo de governação em Nelas, onde o seu timoneiro se  agarra literalmente à enchada. 
   A operação de colocação das 66 árvores foi um sucesso e no final largas dezenas de escuteiros, cadetes e infantis do corpo de Bombeiros de Nelas, autarcas e população em geral, confraternizaram-se num piquenique no parque.
  Toda a reportagem na próxima edição impressa do seu jornal CENTRO NOTICIAS nelas/carregal

2 comentários a "“Adoção” de 66 árvores fez parte do projeto ambiental de reflorestação da Mata das Alminhas"

  1. GRANDE DECISÃO
    PARABENS À cÂMARA

  2. UMA GRANDE INICIATIVA
    PARABENS À VEREAÇÃO

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies