Homenagem ao Capitão Artur Homem Ribeiro com descerramento de lápide e visita à casa onde viveu

    
     Foi durante a manhã deste Domingo que o presidente da Câmara Municipal de Nelas e a Liga dos Combatentes, homenagearam em Vale de Madeiros o Capitão Homem Ribeiro, ali nascido a 11 de Novembro de 1874 e falecido em pleno teatro de operações na 1ª Guerra Mundial. Comandante da 9ª Companhia do Batalhão Infantaria 14/RI14, morreu no Combate de Naulila no Sul de Angola, contra tropas Alemãs, a 18 de Dezembro de 1914, ainda na fase inicial da Grande Guerra. Nas escadarias da imponente Casa Beirã, onde ainda viveu durante algum tempo o Capitão, foi cantado o hino nacional em sua homenagem. Destaque ainda para a Sociedade Filarmónica 2 de Fevereiro de Santar, que se associou a esta homenagem com uma arruda pelas ruas de Vale de Madeiros.
    Aproveitando o ano em que se assinalam 100 anos do início da 1ª G.M., o presidente da Câmara, José Borges da Silva, homenageou ainda em Canas de Senhorim todos os militares falecidos em combate, no monumento a eles dedicado, numa das entradas da vila. 
    A efeméride já se tinha iniciado no passado dia 22, também em Vale de Madeiros, com um encontro de pintura ao vivo levado a cabo pelos pintores Aires Santos, Nelson Santos, António Dias e Luís Rebello & Filho, cuja primeira exposição dos trabalhos ficou patente na sede da Associação da localidade e passou agora para o salão de exposições do multiusos de Nelas, sob o nome ” O Capitão Homem Ribeiro: a sua terra natal e a 1ª Guerra Mundial”. Hoje ainda, pela tarde, realizar-se-á no auditório do multiusos de Nelas, uma palestra com os painéis : “Portugal na grande Guerra (1914-1918) – O Corpo Expedicionário Português em França” pelo Tenente Coronel Marquês de Sousa e “Os massacrados de Naulila – Heróis ou Vitimas?” pelo Coronel Pedro Esgalhado, e moderado por Isabel Pestana Marques. O encerramento é feito pelo Vice-Presidente da Liga dos Combatentes.

5 comentários a "Homenagem ao Capitão Artur Homem Ribeiro com descerramento de lápide e visita à casa onde viveu"

  1. Ora aqui está um belo gesto da CMN
    Honrando o passado merece-se o futuro

    Povo sem memória é povo sem destino

    Estes gestos alegram-nos a alma e estimulam-nos no presente

    Parabens Ex Sr Presidente da CMN

  2. não é Ex é mesmo o actual!

  3. Biba o Presidente da Junta

  4. O monumento aos combatentes foi Borges da Silva que o mandou construir?

  5. Propaganda a quanto nos obrigas!
    Deixe-se de esbanjar dinheiro e aplique-o nas famílias carenciadas, a viver abaixo do limiar da pobreza.
    Que muitas vezes não têm dinheiro para medicamentos e comida.
    A sua megalomania é um atentado à dignidade dessas pessoas
    Senhor jornalista peço-lhe que não omita este comentário. ele é de carater estritamente politico.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies