A polémica carta que Manuel Marques dirigiu aos fornecedores cujas faturas foram devolvidas pelo atual executivo

– Alegadamente devido ao não cumprimento da Lei dos Compromissos e que motivou um voto de protesto proposto pelo presidente da Câmara, Borges da Silva, aprovado na reunião de Câmara da passada semana.

Conteúdo da carta  :

Caro Fornecedor,
                Decorrido quase meio ano, o atual presidente da nossa Câmara Municipal de Nelas, continua sem resolver a liquidação das faturas emitidas por V. Exa., entregues e conferidas,nas quais foram faturados os fornecimentos até setembro de 2013.
                Imperou e impera na decisão do presidente de câmara, o facto de a sua empresa ter trabalhado com o anterior executivo no desenvolvimento e no bem-estar das populações, garantindo segurança e qualidade de vida das mesmas.
                 Nada disso, contou para aquele político, apenas e tão só a partidarização de toda a situação e a perseguição, designadamente à minha pessoa.
                Esqueceu-se o atual presidente da Câmara Municipal de Nelas que, os empresários do nosso concelho têm uma vida empresarial independentemente de quem gere os destinos políticos da nossa câmara e que os nossos empresários contribuem decisivamente para a criação de emprego e a consequente riqueza concelhia.
                Daí o anterior executivo, no mandato de 2005 a 2009, contrariou o método do passado, tendo dado obras e fornecimentos aos seus empresários, ajudando-os a superar a crise, e disso nos orgulhamos.
                Penso que não houve uma câmara do nosso País, que para agilizar a necessidade urgente e imperiosa dos fornecimentos, como aqueles que nos surgiram, não tivesse efetuado o mesmo procedimento.
                Aliás quando em 2005, chegamos à Camara Municipal de Nelas, acompanhados pelo presidente da câmara, Borges da Silva, encontramos situações análogas, que foram participadas á IGAT ao Tribunal de Contas e à PGR e as conclusões finais foi as de “pagar”, e ele próprio apresentou na reunião do executivo de então, um pedido de  sindicância às contas do mandato do presidente Dr. José Lopes Correia. Nessa data “a montanha pariu um rato”.
                Só que as faturas que V.Exa. emitiu, tiveram um tratamento diferente, foram iniciados os procedimentos, com preços acordados pelas nossas técnicas, tendo apenas o procedimento emperrado na Secção de Contabilidade, saiba-se lá bem porquê! Quando fui informado que estavam previstos par o mês de setembro e Outubro mais de 1.250.000,00 euros de fundos disponíveis e de verbas orçamentadas e por orçamentar também no valor de 1.000.000,00 euros.
                Daí, antes de se assumir o compromisso, e previamente à sua assunção, se ter concluido que a autarquia tinha fundos disponíveis.
                Possivelmente até se saberá! Basta, recordarmo-nos do comunicado que surgiu na campanha eleitoral, em que envolvia a secção da contabilidade da autarquia.
                Com a previsão de fundos disponíveis calculados pelos serviços de contabilidade, as obras e os fornecimentos não comprometeriam a execução do plano de ajustamento financeiro.
                Resulta tão só e apenas a má vontade na resolução deste problema. Pois, a autarquia de Nelas nos meses de Novembro Dezembro e Janeiro já liquidou 2.600.000,00€.
                Outras autarquias reuniram com os fornecedores e fizeram-lhe planos de pagamento e a conclusão da formalidade processual será discutida a posteriori.
                Esta situação de impasse não poderá continuar, a autarquia é uma pessoa de bem e não pode permitir que esta situação esteja a sufocar as pequenas empresas do concelho e os seus empregados, que prestaram os seus serviços ou fornecimentos de uma forma honrada.
                Não podemos deixar destruir os nossos pequenos empresários, atirando com mais de 200 pessoas para o sesemprego!
                Por isso, proponho uma reunião de carater urgente a combinar através do meu telemóvel número 912157154.
                Com os meus melhores cumprimentos
O vereador do CDS
Manuel da Conceição Marques

29 comentários a "A polémica carta que Manuel Marques dirigiu aos fornecedores cujas faturas foram devolvidas pelo atual executivo"

  1. foram realizadas eleições dr Manel, ainda é cedo para a camapnha eleitoral, devia pedir era desculpa aos empresários credores por os ter induzido em erro ao não cumprir as formalidades legais de realização de despesas.

  2. Duas conclusões

    já em campanha
    e uma enorme tendência para a vitimização

  3. Palavras para quê

    “Imperou e impera na decisão do presidente de câmara, o facto de a sua empresa ter trabalhado com o anterior executivo no desenvolvimento e no bem-estar das populações, garantindo segurança e qualidade de vida das mesmas

    "Só que as faturas que V.Exa. emitiu, tiveram um tratamento diferente, foram iniciados os procedimentos, com preços acordados pelas nossas técnicas, tendo apenas o procedimento emperrado na Secção de Contabilidade, saiba-se lá bem porquê"

    Nada disso, contou para aquele político, apenas e tão só a partidarização de toda a situação e a perseguição, designadamente à minha pessoa.”

  4. Quase chorei.

  5. Que ódio o homem nem pode "piar".
    Arranjem uns capangas e abatam-mo, assim já se vêm livre dele.

  6. Concordo com a carta!
    Paguem às pessoas, chamem a policia judiciária, façam politicamente o que entenderem, agora uma coisa é certa no tempo do outro regime sempre se fez isso, e o presidente da Câmara bem sabia disso, pelo menos quando chegou em 2005 à Câmara.
    Paguem e depois atuem.

    • Tem toda a razão Sr. Anónimo das 8:45.
      Se a Câmara for uma pessoa de bem,como penso que é, deve actuar como sugere.
      Os fornecedores envolvidos devem estar acima das " tricas"e ódios partidários.
      Infelizmente em Nelas já não se sabe quem é quem nos partidos,com tantos vira-casacas!

    • Calma sr empreiteiro. Certamente receberá. Mas a lei por enquanto ainda é lei. Nós votámos na mudança e queremos uma Câmara que cumpra com todos os regulamentos

    • Sr. Anónimo das 12:18,
      Está enganado, não sou empreiteiro, não vivo em Nelas mas pago alguns dos meus impostos aí,onde nasci e o que permite não concordar com injustiças.
      Não percebo o que é que senhor tem contra os empreiteiros que durante anos tantos empregos criaram em Nelas e ajudaram a desenvolver a Terra!

  7. Ele, presidente da Câmara quer é a cabeça de Manuel Marques numa bandeja!

  8. O mais grave é a prova da má fé do presidente de câmara é que ele próprio verificou que quando chegou à camara em 2005 faturas iguais ás que agora encontrou, participou do Dr. Correia com sindicâncias com tudo e as entidades mandaram foi pagar.

  9. Pois é os berros de Manuel Marques incomodam muito. Mas, não é o seu estilo que incomoda, mas sim o conteúdo das suas afirmações.
    Este executivo quer silencia-lo, deixem a justiça averiguar depois falamos.
    Isto vai dar muito que falar vamos simplesmente aguardar tranquilamente.
    Sei de umas coisas mas não posso falar, até porque pode comprometer outas pessoas, mas a BOMBA vai rebentar e deixar muitos estilhaços.

  10. Meu caro comentador das 12:18
    Em breve lhe provarei que este executivo não está a cumprir com todos os regulamentos.
    Depois falamos.

  11. Eu tambem sei de muita coisa depois vamos ver quem cumpre a legalidade!

  12. o homem não se conforma, pensa que ainda é poder, e julga que está em campanha eleitoral. Deixem-no falar façam-lhe uma reunião de 1/2 hora para ele falar sózinho.Depois este mês é muito mau para pessoas do 24 abril

    • Desculpe, oposição também é poder. E não se refira à Revolução de Abril com leviandade, para proveito próprio, pois é património de todos os cidadãos portugueses e lição de Abril: regime de tolerância, sociedade de inclusão e de pluralismo – esse foi um grande consenso entre a Direita e a Esquerda de Portugal. O seu líder Borges da Silva, ensinou-lhe mal a Doutrina de Abril, o que lhe ensinou foi a inversão destes conceitos e por favor não se apele como Homem ou Mulher de Esquerda, pelo seu comentário o senhor é um autómato. Sr. Editor se faz favor, publique este meu comentário, está em causa o aproveitamento político da Revolução de Abril, o que os Borgistas têm feito ao longo do tempo com outros conceitos

    • ilustre anónimo, o conjunto de esdruxulas que utiliza não corresponderam à sua atuação, volto a referir que o mês de abril é dramático para pessoas do 24 de abril (que se recusaram a colocar o 25 de abril no calendario), em Canas e Nelas há muitos.

  13. UM revolucionário de ABRIL.
    Caros Borgilistas a bomba vai-vos rebentar nas mãos, e eu sei de que estou a falar!

  14. Muito Bom Dia
    Tenho verificado mais uma vez que este "site" na maioria dos seus escritos versam a vida politica de dois protagonistas da nossa praça, Manuel Marques e Borges da Silva.
    Os prestadores de serviço de Borges da Silva atacam Manuel Marques sem dó e piedade, os amigos de Manuel Marques usam o mesmo sistema.
    Apenas ressalta que estes últimos não são pagos pelo erário público.
    O incidente principal que eu levanto é o seguinte:
    Será que o Partido Socialista alterou a sua matriz, deixando de ser um partido implementador da democracia e tronou-se um partido sectário, fazendo lembrar o Botas de Santa Comba Dão, em que a censura prevalecia, não permitindo a liberdade de opinião, aplicando-se a lei da rolha, o silêncio bolorento!
    Um tem direito a ser poder, legitimado pelo povo independentemente das irregularidades que ocorreram ou não nas mesas de voto, o outro como resultado dessas mesmas eleições ser oposição.
    Tem se falado muito do amiguismo da má gestão de Manuel Marques, felizmente temos instâncias superior para investigar os atos dos autarcas, era oportuno que isso acontecesse, o mais urgente possível. O povo do Concelho de Nelas tem que saber toda a verdade!
    Nelas há muito que tem sido propicia nas insidias, no disse que disse, e depois vamos aos factos nada se prova.
    Se os mentores dessa conduta querem julgar as pessoas na praça pública, o que habitualmente acontece em nelas façam-no. Mas, acreditem que não será a melhor forma de fazer politica.
    Só que começamos a ficar cansados até porque desde o tempo do doutor José Lopes Correia até aos dias de hoje, os autarcas que passaram pela casa amarela foram sempre apelidados de corruptos, provas não existem.
    Certamente o atual executivo não se livrará também dessa insidia, dessa baixa politica.
    O fruto desta atitude social é um dia deste termos como autarcas pessoas sem escrúpulos, sem honra e sem dignidade. Porque aqueles que a têm não querem ser enxovalhados.
    Aliás, muitas pessoas de bem, já não trocam a vida particular para servir a vida pública, em consequência só os medíocres estarão disponíveis.
    Dizia-me há bem pouco tempo um velho amigo, que não reside em Nelas: "Deus me livre de eu me meter na politica em Nelas" "Há um punhado de pessoas em Nelas de uma inveja medonha que preferem que nada se faça do que sejam os outros a fazê-lo.
    Estamos a voltar à velha situação do Baile dos Ricos e do Baile dos Pobres.
    Indubitavelmente Nelas cresceu, ombreia com outras terras que têm o estatuto de cidade. Por isso, a mentalidade de algumas pessoas, poucas é claro, tem que acompanhar a evolução dos tempos.
    Só assim NELAS CRESCERÁ e terá o estatuto que merece!
    Ass: António Costa

    • Caro senhor Costa genéricamente falando poderemos dizer que concordamos com o seu texto. Assinariamos por baixo na totalidade se não tivesse metido o PS ao barulho

      Um dos maiores problemas do Concelho (claro está, politicamente falando) é haver quem não se consiga desgrudar da CMN. Ou estão lá dentro ou fazem tudo quando não estão, para lá voltarem novamente. Não são capazes de se afastar e dar o lugar a outros.`É do tipo dos 8 aos 80 anos sempre sempre com a CMN. Há lá mel ???

      Não votámos na Drª Isaura mas apreciamos a sua conduta no pós Câmara. Remeteu-se a um inteligente silêncio. Aliás como todos os antigos Presidentes, a quem tiramos o nosso chapeu pela conduta que apresentam.

  15. Quero daqui, porque sei da importância que este jornal tem para os leitores quer de nelas quer nos quatro cantos do mundo, apresentar a minha solidariedade para com a oposição politica de Manuel Marques e a forma como ele a está a conduzir.
    Não tenho dúvidas que esta sua atitude responsável, incomoda as hostes Borgilistas, nome de escola que já foi referida neste site.
    Sei que Manuel Marques tem o coração junto da boca, não guarda nada, tem sempre o saco cheio, também sei que noutros tempos Borges da Silva já tinha saído pela janela do salão Nobre., atendendo às provocações que este lhe faz. Mas, Manuel Marques já se apercebeu que era isso que os Borgilistas queriam para dizerem na praça pública "vêm o arruaceiro que ele é em nada mudou"
    Inteligentemente Manuel Marques tem outra postura, pondo em franja os nervos de Borges da Silva.
    E chamo à atenção dos persecutores de Manuel Marques, que leiam as atas das reuniões de Câmara, no tempo em Borges da Silva foi vereador, quer do poder quer da oposição. Aconselho também a lerem as atas da Assembleia Municipal de Nelas, enquanto membro daquele órgão.
    Comparar a atitude politica de hoje de Manuel Marques, com a de Borges da Silva à data, é necessariamente comparar a Beira da Estrada com a Estrada da Beira
    Senhor jornalista publique este comentário, o autor dele acatou a sua advertência em tempo solicitada por V.Exa!

    • Testemunha abonatória não diria melhor. António Aleixo um dia explicou isso

  16. Desculpe, não contribuiu para ruídos, que é o que o senhor provoca!

    • Como autor do comentário anterior refiro-me ao comentário do anónimo de 2 de Abril das 02:01. Sr. Editor penso que tenha o direito a responder ao anónimo, a histeria, a injúria, a difamação e a suspeição só a apodrecem a Democracia, prática comum nos Borgistas.

  17. Aos Borgistas vai-lhe rebentar a BOMBA nas mãos! Depois da deixarem de comer da boda, falamos.
    Em meio ano eu já sei de muito.

  18. Eu pergunto quantas vezes já participaram de Manuel Marques à Policia Judiciária. Quantas vezes foi condenado?
    Suspeição… suspeição…. suspeição, escola de Borgistas e companhia.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies