Dever da memória em Carregal do Sal

Chama-se
“Dever de Memória- Jovens pelos Direitos Humanos” – e é um projeto com que a
Escola Secundária de Carregal do Sal se candidatou à rede de Escolas SEA, da
UNESCO, “uma rede única com mais de 7.500 escolas repartidas por 175
países (50 em Portugal), todas elas empenhadas em promover os ideais da UNESCO,
a educação internacional e a qualidade da mesma.” O projeto foi
desenvolvido pelo Departamento de Ciências Sociais e Humanas, da Escola
Secundária para assinalar a efeméride instituída pela Organização das Nações
Unidas, em 2005, com base no facto de ter sido a 27 de janeiro de 1945 que o
Exército Vermelho libertou os prisioneiros do campo de concentração de
Auschwitz. Focado na ação de Aristides Sousa Mendas, o Cônsul humanista natural
do Concelho, “Dever de Memória – Jovens pelos Direitos Humanos” decorre a
partir do dia 27 de janeiro e até ao fim do 2.º período escolar. No âmbito das
iniciativas a realizar contam-se momentos musicais, leitura expressiva de poesia
e histórias de “Vidas de Estrela Amarela”, projeção de vídeos, leitura de
depoimentos de judeus, apresentação de obras literárias e a exposição
“Memórias, liberdade e justiça”. A Camara Municipal associa-se a esta
iniciativa ao disponibilizar o Museu Municipal para ali ficar patente a
exposição que decorre de 27 de janeiro a 4 de abril.