Manuel Marques reage aos números de Borges da Silva sobre a cobrança de água

O ex vice presidente da Câmara e
atual vereador do CDS, Manuel Marques, em nota de imprensa que fez chegar à
nossa redação, contesta os números apresentados pelo presidente da autarquia,
Borges da Silva, relativos à cobrança de água no concelho. Na entrevista que
nos concedeu na última edição, o autarca eleito pelo PS fala em “mais de
800 mil euros de água não cobrada em Nelas”, que representa “50% do
valor que é cobrado pelo concelho vizinho de Mangualde, pelo abastecimento a
Nelas”. Marques aconselha Borges da Silva a trocar de máquina de calcular,
pois afirma que “a máquina de calcular que comprou quando chegou em 29 de
Outubro de 2013, está necessariamente avariada”. Acusando o seu
antagonista de “vendedor de ilusões e de mentira” e de ter
“muitas dificuldade em lidar com a verdade”, sustenta que “o
valor  médio mensal de água paga ao
municipio de Mangualde até 2012, era de sensivelmente de 60 mil euros mensais,
ou seja, cerca de 720 mil euros anuais”. 
“Como pode o presidente da Câmara Municipal de Nelas argumentar e
defender tão tamanha inverdade, em relação a um valor de água não cobrada de
800 mil euros ?”, questiona o vereador do CDS que atira “com este
assunto o presidente da Câmara pretende obter no essencial dois objetivos: 1 –  arrastar-me para a discussão pública sobre o
incidente da água com o município de Mangualde, o que de todo não farei, pelo
respeito e consideração que tenho por o Dr. João Azevedo, quer enquanto homem,
quer enquanto Presidente da Câmara. Esquece-se o presidente da Câmara municipal
de Nelas, que a minha amizade com o Dr. João Azevedo, já vem dos nossos  progenitores e que para ambos a palavra de
amizade tem um enorme significado, lamentavelmente, para outros não existe no
seu dicionário.  Se o atual presidente da
Câmara Municipal de Nelas, quer efetivamente ser “escorpião” ferrando as costas
do seu colega de Mangualde que o faça, mas sem envolver  terceiros ; 2 – o atual presidente da Câmara
Municipal de Nelas faz-me lembrar os “cucos” uma simpática ave, que para não
ter trabalho em se reproduzir, destrói os ovos dos ninhos das outras aves
e,  lá coloca, de uma forma menos própria
o seus próprios ovos”. Marques faz ainda questão de lembrar “o
trabalho que foi feito pelo anterior executivo nesta matéria, que eu próprio
lhe expliquei, onde lhe referi que até Agosto de 2013, reduzimos o pagamento de
água ao município de Mangualde no montante de 124.145,95€ em comparação com o
ano de 2012”. “A política é uma causa nobre e séria e repito, os seu
protagonistas não podem passar de uns vendedores de ilusões e de
mentiras”, conclui o vereador do CDS.