Executivo PS aposta em 30% do orçamento para despesas de investimento

Foi aprovado na passada Quarta Feira, em
reunião de Câmara, o Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2014. As grandes
novidades dizem respeito à apresentação de um orçamento “objetivo e
realista”, como referiu ao nosso jornal o presidente da autarquia, Borges
da Silva.  O valor de cerca de 9,6
milhões de euros é efetivamente o mais baixo dos últimos anos, pois tem nele
inscritas apenas as receitas consideradas exequíveis, ou seja está assente numa
perspetiva mais rigorosa, quando em anos anteriores as receitas eram
sobreavaliadas, para acomodar despesas superiores às reais possibilidades
financeiras da autarquia, o que fez mesmo com que Nelas fosse considerada uma
das Câmaras do país com despesas superiores às suas receitas. Isto porque a
previsão de algumas receitas era apenas virtual, como foi o caso de diversas
vendas de terrenos, que apenas ficaram como intenções no papel. Depois de
alguns anos com valores em torno de 16 milhões de euros, em 2014 houve um
reajustamento para 14 milhões, mais ainda assim longe do agora valor realista
de 9,6 milhões. Esta é aliás uma das primeiras marcas que a governação de
Borges da Silva e da sua equipa quer deixar – rigor e transparência.

Saneamento básico no topo das
prioridades para 2014, com uma dotação de 5,6 milhões de euros

Fazendo cumprir a promessa eleitoral de
priorizar os investimentos no saneamento básico, tendentes a debelar o grave
problema ambiental no concelho, o executivo liderado por Borges da Silva
decidiu afetar mais de metade do orçamento municipal de 2014, para a construção
de diversas ETAR´S (terceira ETAR de Nelas, ETAR´S na zona industrial de Nelas,
entre outras), arranjos em diversas já existentes, construção e remodelação de
diversas fossas sépticas e construção de diversas estações elevatórias. Sendo
certo que a autarquia irá candidatar ao novo quadro comunitário de apoio estes
investimentos, provavelmente já no decurso de 2014, a verdade é que numa
decisão política estrutural, decidiu já, através de fundos próprios, arrancar
com estas intervenções. Para além do saneamento, o lançamento da UNIVERSIDADE
SÉNIOR, de uma LOJA SOLIDÁRIA, de um CLUBE SOCIAL e de uma CENTRAL de
EMERGÊNCIA SOCIAL e ainda diversas obras, relativas a PASSEIOS (principalmente
em Carvalhal Redondo), requalificação de CEMITÉRIOS (embora aqui apenas abertas
as rúbricas, com 1 euro), pavimentações, a requalificação do CINE TEATRO de
NELAS e do espaço RAPOSEIRA em Canas, novo CEMITÉRIO de CANAS (embora também
somente aberta, com 1 euro), intervenção na ZONA INDUSTRIAL da RIBEIRINHA e
acesso ao ECO PONTO, além de diversos investimento na área FLORESTAL
(designadamente limpezas), aparecem como outros importantes investimentos, que
o executivo pretende representem 30% do total do orçamento. Por último de
realçar a aberturas de rúbricas respeitantes à ligação à Rotunda da BOIÇA e dos
BOMBEIRO (Canas), o serviço SOS BURACOS, e como novos eventos já confirmados a
EXPO RURAL, FEIRA de TURISMO, TERMALISMO e BEM ESTAR, PRO EMPREGO – Feira de
Emprego, UNIDADE EMPREENDE e FUNDO Finicia (que destinado a apoiar projetos de
investimento, terá uma dotação em 2014 de 40 mil euros). A FEIRA DO VINHO – 23ª
edição – e o MERCADO DE NATAL, serão outras duas grandes apostas, tendo Borges
da Silva já adiantado ao nosso jornal pretender realizar a maior feira do vinho
de sempre e a mais voltada para o exterior.

A discussão na Assembleia Municipal do
Orçamento e GOP´s deverá ser marcada para 24 de Janeiro.