– 4ª Jornada: Carregal do Sal-3 X SLNelas -1

Numa manhã muito chuvosa e com algum vento à mistura,
deslocou-se a equipa de sub-11 do SLN a Carregal do Sal para defrontar a equipa
local. No histórico dos últimos 3 anos, a tradição indiciava um jogo complicado
e mostrava um saldo negativo para as nossas hostes. O SLN apresentou de início,
David, Bernardo (capitão), Ribeiro, Gabi, Paulo, Ricardo e Carlos e no banco
estavam Luís, Diogo e Rui.
O jogo iniciou-se e os nossos atletas presentearam-nos
com uma belíssima exibição. Grande rigor táctico, com marcações acertadas e
atempadas, os despiques individuais a serem ganhos na raça, os atletas a
mostrarem determinação nos lances e vontade de ganhar. As jogadas colectivas
saíam a preceito, com a bola a ser solta nos timings certos, os atletas a não
serem egoístas, mas a finalização, mais uma vez não apareceu.
Mais uma vez, um GR adversário a realizar uma bela
exibição, com muita presença na baliza, a revelar muita segurança nos remates
de fora da área, a sair à bola com muita determinação e a transmitir à sua
equipa muita confiança e a perturbar claramente o rendimento da equipa Nelense.
 Também o factor sorte não esteve do nosso lado.
Numa primeira parte em que deu gosto ver a prestação ofensiva, com várias
ocasiões de golo a serem criadas, mas não concretizadas e com um desempenho
defensivo eficaz, a equipa sofreu um revés no último minuto da primeira parte.
Num momento em que um atleta perde a chuteira e momentaneamente vai ao banco
para a apertar e acaba por ser substituído, há uma ligeira descompensação
táctica e no primeiro remate perigoso que foi à baliza, o Carregal faz 1-0!
Animicamente foi muito duro.
A equipa foi para o balneário triste, injustiçada pelo
resultado atroz, e nada condizente com o desempenho em campo.
Nos primeiros dez minutos da segunda parte, a equipa
entrou mal, cabisbaixos, com o Carregal do Sal a pressionar muito, com duas
ocasiões de golo claras (uma bola na trave e um alívio tirado em cima da linha)
e para agudizar o estado de espírito, num remate aos 34`que ia para fora, surge
um autogolo! Era demasiado infortúnio. A equipa ainda tentou reagir, procuraram
o golo, mas este teimava em não aparecer. Os atletas começaram a tomar decisões
menos adequadas (individualismo, menos pressionantes), mais desgastados física
e animicamente e o Carregal “acabou” o jogo quando marca o 3-0 aos 42`. Nesta
altura já o SLN jogava num sistema ofensivo de 2:1:2, com a equipa a não
revelar quaisquer vantagens com a alteração táctica.
Ao cair do pano, lá conseguimos o almejado golo de
honra, mas já não havia tempo para recuperar.
Apesar do resultado negativo, ficou a imagem da 1ª
parte, um jogo fantástico.
A equipa do Carregal do Sal mostrou ser muito
compacta, com princípios defensivos muito sólidos, com um belo GR e muito
eficazes. No início da 2ª parte foram sufocantes e depois controlaram bem a
preciosa vantagem. Acabaram por ser uns justos vencedores.
A nossa claque bem puxou por nós e ficaram bem
agradados com a nossa exibição. Deram ainda um belo exemplo de civismo, de como
se apoia sem denegrir ou sem ser indelicados para com os atletas adversários.
 Departamento Técnico/Táctico da Formação

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies