Dívidas de água geram forte polémica

– Presidente da Câmara de Viseu reclama mais de 200 mil euros à Câmara de Mangualde

– João Azevedo remete o assunto para a Câmara de Nelas

É um assunto que está a marcar esta época estival. O presidente da Câmara Municipal de Viseu, Fernando Ruas, veio a público há cerca de 15 dias falar da dívida de água para com a sua autarquia, por parte da Câmara de Mangualde, fazendo saber que ascende a cerca de 205 mil euros. O assunto que foi avançado nos órgãos de comunicação social nacionais, tem a ver com o sistema intermunicipal de abastecimento de água, que parte de Viseu e abastece alguns concelhos vizinhos, como Nelas e Mangualde. O presidente da Câmara de Mangualde, João Azevedo, veio rapidamente defender-se afirmando que “é lamentável que esta questão venha para a praça pública desta maneira. Eu acho que nesta relação intermunicipal isto é inadmissível”. O autarca de Mangualde explicou então que o seu colega de Viseu, deve é apelar “à Câmara Municipal de Nelas para que pague à Câmara de Mangualde a dívida que ascende a mais de 300 mil euros”. João Azevedo exortou mesmo Fernando Ruas a contactar directamente a presidente da Câmara de Nelas para o efeito. “O acordo que vigora atualmente é muito antigo, em que há um serviço de distribuição de água que é pago aos serviços municipais de Viseu e que há contador que reflecte o consumo de água no concelho de Nelas e que é pago à Câmara de Mangualde”, esclareceu o autarca, acabando por concluir que “as contas são fáceis de fazer. Nós devemos a Viseu 205 mil euros, a Câmara de Nelas deve a Mangualde 308 mil euros. Por isso só há uma forma de resolver o problema”.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies