Nelas regista queda de 2% na população residente, com um forte aumento dos alojamentos e edifícios

– Resultados preliminares do recenseamento da população confirma tendência de queda da população no interior e reforço dos grandes núcleos urbanos

Acabam de ser publicados no site do Instituto Nacional de Estatística os resultados ainda provisórios do Census 2011 – o recenseamento da população residente em Portugal, que se efectua de 10 em 10 anos. Da análise destes dados, resulta, uma vez mais, como clara a tendência de queda da população residente e presente, nos concelhos do interior do país, enquanto o resultado total a nível nacional, em larga medida devido à emigração, mostrou um aumento de quase 2% na população residente, com um forte aumento do número de famílias (11,6%), de alojamentos (16,3%) e de edifícios (12,3%). Ao nível do concelho de Nelas, e comparando os dados agora divulgados, com os do Census de 2001, verifica-se uma diminuição de 281 pessoas residentes no concelho, ou seja 1,97% menos do que em 2001. Foi principalmente a redução da população masculina residente a explicar este resultado, pois registou uma queda de 3,67%. Residem agora em Nelas, 14 001 habitantes. Pelo contrário, o número de famílias aumentou significativamente – aumento de 5 178 para 5 483 famílias, ou seja, um aumento de quase 6%. Por outro lado, nos alojamentos e edifícios, registou-se um aumento significativo, respectivamente de 15,4% e 11,3% – temos assim no concelho mais 2 089 alojamentos e 757 edifícios.
Esta redução da população residente no concelho de Nelas, registou-se um pouco por todo o interior, onde foi até bem mais significativa, na maioria dos casos. A título de exemplo, a evolução registada nalguns concelhos vizinhos de Nelas, confirma esta tendência, e ainda de forma mais severa. Assim, em Carregal do Sal, a redução foi de 5,6%, com o concelho a perder 611 habitantes. Em Seia, nem o facto de ser uma das principais portas de entrada para a Serra da Estrela, beneficiando assim da atividade turística e de investimentos nesta área, fez com que escapasse à forte tendência de declínio do número de habitantes. Seia perdeu 11% dos seus habitantes em 2011, face a 2001, residindo agora naquele concelho, 24 356 pessoas, menos 3 788 habitantes. Por último, em Mangualde, a perda foi de 5,3%, ou seja, 1 111 habitantes.

2 comentários a "Nelas regista queda de 2% na população residente, com um forte aumento dos alojamentos e edifícios"

  1. FIM DE ASNELAS

  2. Há quem ande a dormir. Casa amarela preocupa-se pouco com o bem-estar e motivos de fixação da ppulação. Qualquer dia vai tudo viver para viseu.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies