Covercar. Grupo de trabalhadores aponta “coação, intimidação e a mais pura miséria humana”

O grupo de trabalhadores da Covercar,empresa Espanhola de componentes para a indústria automóvel, instalada na ZI da Ribeirinha, que nos contactou, começou por dizer que “todas as notícias por vós veiculadas são verdadeiras”. “As advogadas, uma delas a esposa do presidente da Câmara Municipal de Nelas, tentaram intimidar-nos e coagir-nos a assinar uma declaração onde não tínhamos direito ao subsídio de deslocação”, confirmam, adiantando que “ninguém quis assinar, tendo depois sido  informadas que quem quisesse ir para Tribunal a empresa iria impugnar”. 
Outra situação que nos confirmaram foi a questão da água : “Arranjaram bebedouros e colocaram um comunicado que referia ter a empresa água potável em abundância e que podíamos encher as nossas garrafas nos WC”. “É a mais pura miséria humana, numa empresa que até água fresca nega aos trabalhadores”, acusam, apontando ainda o dedo à gestão da empresa por “com menos pessoal, querer mais produção”. “Isto é desumano”, atiram, confidenciando o clima de intimidação permanente : “Temos receio das represálias e de sermos despedidos” e por isso optam por preservar o anonimato. “Nós não queremos afundar a empresa, só queremos que a Direção mude de atitudes e cumpra as leis, pois eles pensam que estão em Marrocos, mas nem lá alguém merece este tipo de tratamento”, concluem.
Lembramos que a empresa já tem uma grande unidade em funcionamento neste país do Magrebe.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies