CIM Viseu Dão Lafões : “No Palco com o Gaspar e a Maria” em Carregal do Sal e seminário sobre alterações climáticas

No âmbito da implementação da 7ª Edição do projeto “Escolas Empreendedoras da CIM Viseu Dão Lafões”, realizou-se hoje mais um evento

No âmbito da implementação da 7ª Edição do projeto “Escolas Empreendedoras da CIM Viseu Dão Lafões”, realizou-se hoje mais um evento “No Palco com o Gaspar e a Maria”.

Carregal do Sal foi o município a receber a visita das mascotes e a apresentar o trabalho desenvolvido ao longo do ano pelos alunos do 1º Ciclo.

No final, todos cantaram com o Gaspar e com a Maria, tendo sido um grande dia, tanto para os alunos envolvidos no projeto, como para os restantes alunos, pais e professores que estavam somente a assistir.

Vamos continuar a percorrer os restantes municípios da Região Viseu Dão Lafões, sendo que dia 14 de junho será a vez de Tondela.

A CIM Viseu Dão Lafões promove, na próxima quinta-feira, dia 14 de junho, no auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, a partir das 9 horas, o seminário final de apresentação pública do ‘Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Viseu Dão Lafões’ (PIAAC Viseu Dão Lafões).

Nesta sessão apresentar-se-ão os principais resultados obtidos ao longo do processo de elaboração do Plano, nomeadamente os cenários climáticos projetados, até 2100, para Viseu Dão Lafões; as vulnerabilidades atuais e futuras deste território, bem como os principais impactes e a capacidade adaptativa decorrentes das mesmas; e, as medidas e opções delineadas a nível intermunicipal e municipal para fazer face às alterações climáticas. Complementarmente, serão reveladas, também, as linhas de ação fundamentais do modelo de sensibilização e de comunicação institucional definido para a fase pós-Plano.

Este evento, para além da equipa técnica responsável pela concretização do Plano – liderada pelo CEDRU e pela WE CONSULTANTS -, contará com um painel de especialistas nacionais que, no seguimento do trabalho realizado envolvendo três dos setores-chave estratégicos da região (Florestas, Ordenamento do Território e Recursos Hídricos), partilharão, com os presentes, todo o seu vasto conhecimento e experiência na definição e implementação de estratégias e planos de adaptação em Portugal e no estrangeiro.

O Plano, agora concluído, pretende informar e, sobretudo, atuar ao nível do planeamento adaptativo de âmbito intermunicipal e municipal, ao facilitar a sua futura construção através da sistematização e da análise prospetiva do conhecimento climático; definição de abordagens de adaptação; sinalização das formas de integração nos instrumentos de gestão territorial; capacitação dos técnicos municipais e dos agentes regionais; e, sensibilização e mobilização das comunidades territoriais.

.

Carregal do Sal foi o município a receber a visita das mascotes e a apresentar o trabalho desenvolvido ao longo do ano pelos alunos do 1º Ciclo.

No final, todos cantaram com o Gaspar e com a Maria, tendo sido um grande dia, tanto para os alunos envolvidos no projeto, como para os restantes alunos, pais e professores que estavam somente a assistir.

Vamos continuar a percorrer os restantes municípios da Região Viseu Dão Lafões, sendo que dia 14 de junho será a vez de Tondela.

A CIM Viseu Dão Lafões promove, na próxima quinta-feira, dia 14 de junho, no auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, a partir das 9 horas, o seminário final de apresentação pública do ‘Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Viseu Dão Lafões’ (PIAAC Viseu Dão Lafões).

Nesta sessão apresentar-se-ão os principais resultados obtidos ao longo do processo de elaboração do Plano, nomeadamente os cenários climáticos projetados, até 2100, para Viseu Dão Lafões; as vulnerabilidades atuais e futuras deste território, bem como os principais impactes e a capacidade adaptativa decorrentes das mesmas; e, as medidas e opções delineadas a nível intermunicipal e municipal para fazer face às alterações climáticas. Complementarmente, serão reveladas, também, as linhas de ação fundamentais do modelo de sensibilização e de comunicação institucional definido para a fase pós-Plano.

Este evento, para além da equipa técnica responsável pela concretização do Plano – liderada pelo CEDRU e pela WE CONSULTANTS -, contará com um painel de especialistas nacionais que, no seguimento do trabalho realizado envolvendo três dos setores-chave estratégicos da região (Florestas, Ordenamento do Território e Recursos Hídricos), partilharão, com os presentes, todo o seu vasto conhecimento e experiência na definição e implementação de estratégias e planos de adaptação em Portugal e no estrangeiro.

O Plano, agora concluído, pretende informar e, sobretudo, atuar ao nível do planeamento adaptativo de âmbito intermunicipal e municipal, ao facilitar a sua futura construção através da sistematização e da análise prospetiva do conhecimento climático; definição de abordagens de adaptação; sinalização das formas de integração nos instrumentos de gestão territorial; capacitação dos técnicos municipais e dos agentes regionais; e, sensibilização e mobilização das comunidades territoriais.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies