Demissões em Bloco no Centro Hospitalar Viseu-Tondela

Cerca de três dezenas de diretores de serviços do Centro Hospitalar Tondela-Viseu apresentaram a demissão.

Os responsáveis clínicos descontentes entregaram uma abaixo-assinado ao presidente do conselho de administração.

Fontes contatadas pela Renascença confirmam que se trata da quase totalidade de diretores de serviço do Hospital de S. Teotónio, em Viseu.

Os médicos queixam-se da degradação das condições da unidade hospitalar.

Este é um ato espontâneo dos médicos, mas que tem todo o apoio do Sindicato dos Médicos da Zona Centro.

O sindicalista Noel Carrilho responsabiliza o ministro da Saúde. Acusa Adalberto Campos Fernandes de nada fazer para que os serviços se mantenham em condições de funcionamento e recrutem mais clínicos.

“Nós colocamos a tónica na responsabilidade da tutela e na sua política economicista de ‘mais Centeno do que o Centeno’ e na falta completa de ordem nos recursos humanos”, acusa Noel Carrilho.

O sindicalista dá como exemplo o serviço de Oncologia do Hospital de S. Teotónio, que tem dois mas eram necessários sete ou oito clínicos.

Fonte : http://rr.sapo.pt/noticia/113872/demissoes-em-bloco-no-centro-hospitalar-tondela-viseu

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies