Académico de Viseu acredita na subida: “Viseu é da Primeira Liga”

Pela “verdade desportiva” e pela “justiça”, mais de uma centena de adeptos do Académico de Viseu marchou na tarde deste sábado (19 de maio) entre o Rossio e o Fontelo. Querem a equipa na Primeira Liga e que os órgãos desportivos competentes decidam rapidamente o processo que envolve o Santa Clara.

O processo contra a equipa açoriana ocorre na sequência das queixas apresentadas pela Académica de Coimbra e União da Madeira e em causa estão as alegadas irregularidades cometidas pelo Santa Clara, que se referem à ausência do treinador principal no banco de suplentes e à ausência de jogadores sub-23 na convocatória de alguns jogos.

Caso o Santa Clara seja punido poderá perder o lugar que lhe deu acesso à Primeira Liga e em seu lugar segue o Académico de Viseu para o maior escalão do futebol português.

Com cartazes e faixas onde se podia ler “Viseu é de Primeira Liga”, os adeptos começaram por se reunir no Rossio onde também marcou presença o treinador da equipa, Manuel Cajuda.

“Qualquer luta pela verdade merece que seja feita e esta é justa. Nós apenas queremos que a verdade se sobreponha à mentira e a mentira é alguém conseguir alguma coisa não cumprindo os regulamentos”, frisou o técnico. Cajuda disse que este é um caso “simples de resolver”. “Basta confirmar e pedir as listas dos jogos e ver que as regras não foram cumpridas”, sustentou.

O treinador, que disse sentir-se em casa em Viseu, acredita que a equipa estará na próxima época na Primeira Liga, até porque “trabalhámos para isso”.

A mesma convicção foi manifestada pelo presidente do Clube, António Albino.

“Não estamos contra ninguém, queremos sim justiça célere e que penalize quem tem de penalizar e dê justiça a quem merece justiça”, disse o responsável pelo Académico de Viseu, mostrando-se surpreendido com a marcha e que acredita ser o “princípio” de um movimento muito maior a favor “da verdade desportiva”.

“Nada nos move contra o Santa Clara, apenas somos por Viseu”, salientou, por seu lado, Tiago Escada, um dos organizadores da marcha. “É uma iniciativa para mostrar aos órgãos que têm o poder de decisão que Viseu está atento aos processos. Se a lei funciona para o cidadão porque não funcionar no desporto”, questionou.

Para o adepto, a decisão, que está nas mãos do Conselho de Disciplina, “tem de ser tomada o quanto antes”. “O Académico acabou o campeonato em terceiro lugar a dois pontos do Santa Clara , se for feita justiça estará na Liga Nos no próxima temporada”, sustentou.

In : https://www.jornaldocentro.pt/online/regiao/galeria-adeptos-em-marcha-pelo-academico-de-viseu-na-primeira-liga/

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies