“just be”. Opinião por Rui Tavares

“just be”

As florestas estão sujeitas a muitos constrangimentos climáticos, ecológicos, antrópicos, sociais e económicos.

A preservação das florestas passa por uma gestão concertada entre os diferentes utilizadores. Ecológico, Social e Económico

A gestão sustentável das florestas permite assegurar às gerações futuras a diversidade biológica, a renovação das florestas, a antecipação das catástrofes naturais, a protecção dos habitats excepcionais e a redução dos impactos ligados à exploração florestal.

Existem dois modelos distintos, o Europeu e o Norte Americano, bem como adoptado por exemplo a China.

Modelo Europeu

Modelo Norte Americano

A inclusão da relevância da questão social torna-se legitima, e cada vez mais pertinente na abordagem da floresta, crescem cada vez mais os contextos em que as florestas se distnciem cada vez mais, das monoculturas, da industria nadeireira, à marginalização e destruição pelos fogos florestais.

A base do crescimento ordenado da floresta deve ser ecologicamente reflectida na sua evolução, tendo por si so o garante da biodiversidade e preservação do seu habitat natural e essencialmente para as gerações futuras. Como podemos observar pelos graficos anteriores a questão social passa a ter importante papel no desenvolvimento florestal.

Ambos os exemplos, previligiam cada vez mais os aspectos ecológicos e sociais em detrimento do económico. Actividades recreativas, lazer, manutenção da paisagem natural, com a nutural selecção de espécies nativas e plantação de novas espécies que se adaptem ao habitat natural.

E necessário que o ser humano sinta a necessidade de se envolver com a natureza, para isso e necessário a criação de todo um conjunto de infraestruturas desde educação, com as escolas e municípios mais proximas das matas dos riachos, ribeiros, da floresta. Limpeza da florestas, glamping, jogging, campismo, roteiros, turismo florestal e principalmente reduzir a desertificação do interior. No proximo quadro as praticas sociais que mais se praticam nas florestas.

Actividades florestais mais populares nos paises europeus

(Results of the second population survey for sociocultural forest monitoring)

O conceito “Just Be”, ocupando a a terceira posição em %. Cheiros típicos da floresta e os sons da natureza são as coisas que os participantes gostam mais de florestas. Florestas mistas são as preferidas. Muitas pessoas valorizam as florestas com nascentes, riachos, lagoas e poças, ainda que estas mais propensas a serem perturbadas ecologicamente. Apenas estar, disfrutar, embelezar,  purificar.

A importância de tudo isto passa por devolver a “natureza do ser humano à natureza que o criou”.