Urgeiriça na rota das comemorações do 97º aniversário do PCP

Fundado em 6 de Março de 1921, o Partido Comunista Português está a comemorar por todo o País o seu 97º Aniversário, realizando variadas iniciativas de evocação da data.

No distrito de Viseu, o programa de comemorações iniciou-se com a Assembleia de Organização da Inter-concelhia Lamego/Tarouca e o Almoço que se lhe seguiu, onde participou Armindo Miranda, da Comissão Política do Comité Central do PCP. No mesmo dia Miguel Tiago, deputado do PCP na AR, esteve em Cinfães num participado Almoço.

No próximo Domingo, 18 de Março, é a vez da Comissão Concelhia de Viseu assinalar a efeméride, tendo convidado João Ferreira, Deputado do PCP ao Parlamento Europeu, a participar nas iniciativas, que terão lugar no Hotel Durão, à Avenida da Bélgica.

Pelas 11 horas, João Ferreira, que é Vice-presidente da Assembleia Parlamentar Paritária ACP-UE, membro da Comissão da Indústria, da Investigação e da Energia do PE e da Comissão de Pescas, participará num Debate em que o tema é:“Aprofundamento da UE: Perigos e a Alternativa Necessária”.

Pelas 12.30 horas, terá lugar um Almoço Comemorativo, em que João Ferreira efectuará uma intervenção sobre a actualidade política.

Ainda durante o próximo fim de semana ocorrerão outras iniciativas comemorativas, nomeadamente em Nelas, na Casa dos Mineiros da Urgeiriça, onde terá lugar um Jantar Convívio, confecionado pela organização local, em que intervirá Manuel Guedelha, do Secretariado da DORV e em Sátão, onde se irá realizar pela primeira vez, nestes quase quarenta e quatro anos de democracia, um Jantar para assinalar o aniversário do PCP, no Restaurante “Zé da Poça”, correspondendo ao forte crescimento da organização concelhia desde as últimas eleições autárquicas,  e no qual irá intervir João Abreu, responsável da DORV e membro do Comité Central do PCP.

As comemorações culminarão no Distrito de Viseu, dia 25 de Março, com uma iniciativa em Tondela, passando ainda pelos concelhos de Mangualde, Penalva do Castelo (23 de Março), Oliveira de Frades (Organização de Lafões), no dia 24 de Março.

Também no Distrito de Viseu, onde o preconceito anti-comunista tem força, alimentado por séculos de obscurantismo atávico, os militantes comunistas e os seus aliados, dão um forte contributo para a elevação da qualidade de vida dos que persistem em aqui viver e trabalhar, reforçando cada vez mais o seu número, a sua organização e capacidade de intervenção, contributo indispensável para tornar realidade o sonho milenar da humanidade, de Marx, Engels, Lenine, Álvaro Cunhal e milhões de outros seres humanos, de construção em Portugal de uma sociedade de abundância, sem explorados nem exploradores, a sociedade socialista e comunista.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies