CDS Nelas promove conferência dedicada ao Orçamento de Estado para 2018. Ancose e Termas da Felgueira participam

Decorreu ontem, 18 de Novembro, na sede do CDS-PP em Nelas, uma conferência subordinada ao tema  “ORÇAMENTO DE ESTADO PARA 2018”.António Gaspar Schwalbach (Telles de Abreu Advogados) fez uma apresentação das linhas gerais do Orçamento sublinhando as suas principais alterações. Da sua intervenção fica a ideia de que continua, ano após ano, o aumento dos impostos e do peso do estado na economia. No Orçamento para 2018 a descida dos impostos diretos é “compensada” com um aumento dos impostos indiretos (combustíveis, tabaco,etc) situação que além da “ilusão” que cria nas pessoas, irá onerar, sobretudo, as famílias de rendimentos mais modestos. O Dr. Jorge David ( ANCOSE) deu conta dos problemas e discriminações que o sector da Agricultura padece e que este orçamento está muito longe de resolver. Na sua avaliação, e infelizmente, o novo orçamento não irá apostar em políticas de discriminação positiva do interior. No que concerne à Proteção Civil lamenta que os bombeiros voluntários continuem a ser tratados como o “parente pobre” do sector. Por último,Adriano Ramos (Caldas da Felgueira), deu conta que persiste o esquecimento dos Governos pelo sector do termalismo. “O fim das comparticipações aos tratamentos (que subsiste), é um travão ao desenvolvimento das Termas das Caldas da Felgueira e de outros empreendimentos da região centro”, afirmou.