Candidato do CDS/PP acusa presidente da Câmara de “amiguismo”

Manuel Marques denuncia aquela que considera ser “mais uma situação de amiguismo” do atual presidente de Câmara. Ao promover uma “amiga” a técnica superior, passando de um salário de 700€ para 1 376€, com efeito a partir de 1.10.2017″, o Vereador e candidato a presidente de Câmara, classifica a situação como “lamentável”, dado que “há mais funcionários com curso superior há muito mais anos do que esta funcionária”, que mesmo sendo “competente”, existem “outros e outras que também o são”. “

“Mais lamentável ainda é existirem trabalhadores em situação precária há muitos anos e o ainda presidente de Câmara não acatar o meu pedido para aprovar o Mapa de Pessoal, que resolveria o problema da precariedade” acusa, concluindo que “se o ainda presidente da câmara estivesse certo que ganharia as eleições, não seria necessário este ato eventualmente ilegal, dado que o assunto não foi aprovado em reunião de Câmara”.