Programa de incentivos ao investimento em unidades de turismo no interior pode chegar a 150 mil euros

Os projectos de empresas têm como limite máximo de apoio 150 mil euros, enquanto as entidades públicas e privadas sem fins lucrativos podem candidatar projectos com apoio até 400 mil euros.

Já estão abertas as candidaturas à linha de apoio à valorização turística do interior, que se destina a apoiar o desenvolvimento dos projectos turísticos previstos no Programa Nacional para Coesão Territorial lançado pelo Governo.

Segundo o despacho publicado ontem em Diário da República,esta linha de financiamento, enquadrada no Programa Valorizar, tem uma dotação de 10 milhões de euros para iniciativas do sector público e privado.

Serão abrangidos por esta linha projectos que promovam a valorização do património e dos recursos endógenos das regiões, a diversificação da oferta nomeadamente de cycling & walking, turismo de natureza, turismo equestre, revitalização das termas e dinamização turística das aldeias.

Os projectos de empresas têm como limite máximo de apoio 150 mil euros, enquanto as entidades públicas e privadas sem fins lucrativos podem candidatar projectos com apoio até 400 mil euros.

“Os apoios financeiros ascendem a 90% do valor das despesas elegíveis dos projectos, com o limite máximo de 150.000,00 euros no caso das empresas, e de 400.000,00 euros no caso das demais entidades, incluindo as de natureza privada sem fins lucrativos”, lê-se no despacho.

O prazo de candidaturas para esta linha de financiamento começa esta sexta-feira e termina a 31 de Dezembro de 2017.

Fonte : Jornal de Negócios