Autarquia de Nelas : Prazo médio de pagamento a fornecedores passa de 219 dias para 35 dias entre 2012 e 2016

Teve lugar ontem mais uma sessão ordinária da Assembleia Municipal em que foram discutidos assuntos relevantes da vida municipal, com particular relevo para a aprovação da proposta de alteração à Tabela de Taxas, aprovação do projeto de Regulamento de Incentivo ao Comércio Tradicional e aprovação do projeto de Regulamento da Universidade Sénior de Nelas.
Foi ainda efetuada a apreciação do Relatório de Acompanhamento do Plano de Ajustamento Financeiro referente ao ano de 2015, em especial o facto de durante o ano de 2015 o prazo médio de pagamento a fornecedores ser de 35 dias (recorde-se que em 2012 o prazo médio era de 219 dias) e que a dívida total do município é hoje inferior a 12 milhões de euros, quando em outubro de 2013 era de quase 17 milhões.
Tudo situações que o Presidente da Câmara Municipal de Nelas destacou e de que remeteu uma análise mais pormenorizada no Relatório de Gestão de 2015 a apreciar na próxima Assembleia Municipal de Abril.
Por fim a Presidente da CPCJ de Nelas, Maria do Carmo Borges, apresentou o seu relatório anual, tendo merecido um elogio unânime de todos os membros da Assembleia e da Câmara Municipal.

 CM de Nelas

4 comentários a "Autarquia de Nelas : Prazo médio de pagamento a fornecedores passa de 219 dias para 35 dias entre 2012 e 2016"

  1. João Gouveia Rego | 27 Fevereiro, 2016 às 22:05 |

    Grande noticia para o Concelho de Nelas.
    Depois de recuperada a credibilidade do Municipio que andou pelas ruas da amargura,estão criadas as condições para um futuro bem mais risonho.
    Parabéns ao Presidente pelo bom desempenho,tendo "agarrado" numa casa á beira da rutura conseguiu dar a volta estando a cimentar um futuro prospero.
    Obviamente com falhas(só não erra quem não faz) a sua enorme dedicação e capaciade de trabalho,sendo geralmente o primeiro a chegar e o ultimo a sair(ao contrario de outros que aparecem ás 10.30h e passam o dia no facebook) tem feito com que a recuperação do Municipio nomeadamente a nivel financeiro seja fantastica,como aliás os numeros desta noticia tão bem refletem.
    Parabéns…..venham de lá agora as notas de imprensa!

  2. Marta Ambrósio | 28 Fevereiro, 2016 às 11:47 |

    Senhor Rego ex diretor de campanha do PS de Nelas, entretanto nunca militou nesse partido, mad isto é outra conversa! O senhor acaba de fazer através deste espaço d3 liberdade, uma acusação muito grave quando refere que "alguns passam a vida no Facebook", deverá concretamente dizer quem são….se são funcionários da casa amarela ou simplesmente cidadãos anónimos que o senhor não tem o direito de os expiar ou controlar! Era o que mais faltava, estamos num país democrático, que o senhor preste vassalagem ao presidente da câmara é consigo, agora deixe as outras pessoas em paz!

    • João Gouveia Rego | 28 Fevereiro, 2016 às 20:10 |

      Cara Senhora,ou enfiou o barrete ou está a sofrer as dores de alguém.
      Sem duvida que uma acusação tão grave merece no minimo uma participação ao ministério publico,do que está á espera?(ridiculo).Eu,expiar ou controlar?(ridiculo)
      Ao me acusar de vassalagem denota que não me conhece,volte lá para o facebook e dê os parabéns ao Presidente pelos excelentes resultados relatados na noticia.

  3. Rotundamente falso. Aliás e decorre de todos os documentos contabilisticos da autarquia.
    A divida a fornecedores em outubro de 2013 era a 45 dias.
    Todos nós sabemos como foi reduzida a divida:
    a) Aumento de quse 1.000.000,00€ de IMI por ano;
    b) Redução de 1.000.000,00€ com o pessoal
    c) Redução da fatura da compra da água a Mangualde 240.000,00€ por ano
    d) aumento da fatura da água aos consumidores quando a texa do lixo baixou;
    e) 300.000,00 de um crédito da fatura da água;
    f) 200.000,00€ do valor dos 5% das obras do QREN
    Em suma: não fosse estes factos, com os gastos desmesurados em publicidade, propaganda e almoçaradas as contas da Autarquia estariam irrecuparáveis.

    Ouso fazer uma pergunta: Com esta gestão miraculosa porque não baixar o IMI

    O Vereador do CDS/PP
    MM

Os comentários estão fechados.