Câmara de Nelas congratula-se com a requalificação da Linha da Beira Alta

O Executivo PS fez chegar à nossa redação uma nota de imprensa onde manifesta o seu agrado por uma decisão pela qual “sempre  se bateu”: 
O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques reafirmou ontem no Conselho Regional da CCDRC (órgão onde estão representados os 100 Presidentes de Câmara da Região Centro), que a opção de corredor exportador Norte em termos ferroviários é a requalificação da Linha da Beira Alta, num investimento de 690 milhões de euros comparticipados em 85% por Fundos Comunitários para a Coesão. Este investimento terá em conta as devidas concordâncias ferroviárias na Pampilhosa e na Guarda, sendo que para a sua realização vai avançar também a electrificação da Linha da Beira Baixa entre Guarda/Covilhã, o
que permitirá uma via alternativa enquanto decorrerem as obras na Linha da Beira Alta, sendo também realizado o investimento de 300 milhões euros em obras na Linha do Norte que permitam o reforço da ligação dos Portos de Leixões e Aveiro à Plataforma de Pampilhosa.
A Câmara Municipal de Nelas congratula-se com esta decisão do Governo, pela qual sempre se bateu em todos os fóruns e contactos, estabelecida como prioridade máxima em termos de infraestruturas, continuando o Concelho de Nelas numa centralidade que desde 1880 resulta da existência da Linha da Beira Alta.
Na mesma reunião foi discutida a denominada “Via dos Duques”, autoestrada alternativa ao atual IP3 Viseu/Coimbra e que passaria, nas suas diversas fases, pela conclusão do IC12 entre Canas de Senhorim e Mangualde e também por uma ligação entre Nelas/Viseu, solução rodoviária esta apresentada no Verão passado pelo então Primeiro-Ministro Passos Coelho e que o Município de Nelas defende e continua a acompanhar.
Nesse sentido e no mesmo Conselho Regional, o Presidente da Câmara Municipal de Nelas interveio para defender estas soluções, bem como se associou na parte da manhã à iniciativa da CIM Coimbra realizada em Mortágua para defesa da solução da requalificação da Linha da Beira Alta que acabou por ser adotada pelo Governo.