JC Automóveis comemorou 20 anos, abriu novo ponto de venda em Viseu e continua a crescer

A trajetória do Stand JC Automóveis confunde-se com a própria história dos seus fundadores, António José Coimbra e José Dias. Começa em setembro de 1994, quando estes dois empreendedores inauguraram o seu Stand de vendas no entroncamento de Vale de Madeiros, na EN 234, junto a Canas de Senhorim. Este projeto inicial, com a evolução do mercado e constituição da sua carteira de clientes, começou a mostrar-se manifestamente insuficiente para a projeção que se pretendia. “Queríamos ir mais longe, oferecendo uma gama mais ousada de automóveis, para dar resposta à procura de clientes exigentes e modernos”, revela ao nosso jornal José Coimbra.
“Por tudo isto, em 2002, iniciámos o processo formal de deslocação das nossas instalações de Canas de Senhorim para Nelas, onde estamos até hoje, com modernas infra-estruturas e com todos os serviços de excelência associados”, explica o sócio gerente da empresa.
Sempre ligado à comunidade local, o Stand JC Automóveis mantém projetos sociais que, por um lado, incentivam a cidadania e por outro envolvem o nome da empresa dando-lhe projeção e notoriedade, exemplos disso são apoio ao desporto associações e bombeiros voluntários da região.
Um trabalho conjunto, pautado pelos princípios da competência, da qualidade e da ética e responsabilidade social, numa elevada “capacidade de competir honestamente, com forte compromisso com os recursos humanos”, são fatores determinantes na sua estratégia bem sucedida.
Duas décadas de uma constante e intensa paixão pela excelência, em que “a confiança, a qualidade de produtos e serviços e o respeito pelo cliente, têm lugar cativo nos nossos princípios”, enfatiza José Coimbra, que define a sua empresa como estando “em permanente construção, sempre confiante no futuro e somos, por isso, uma constante oportunidade para clientes exigentes”
O Stand JC Automóveis foi criado com a finalidade do comércio de automóveis novos e usados. No entanto, num mercado cada vez mais competitivo, é necessário oferecer, a cada momento, uma proposta diferenciada, procurando satisfazer as necessidades dos clientes. Daí, a criação, em 2013, da auto lavagem, das lavagens manuais de exteriores e interiores e a lavagem de estofos. No decurso deste ano a abertura, na cidade de Viseu, de um segundo ponto de venda, permitiu que “alargássemos muito a nossa base de clientes”, realça, isto depois de uma pequena queda nas  receitas, há alguns anos, decorrente da conjuntura do país. “Voltámos agora a entrar numa fase de crescimento. Neste momento empregamos sete colaboradores”, refere.
Instado a falar-nos dos seus canais de distribuição e área geográfica, revela-nos que “embora a nossa zona de maior volume de vendas seja a parte sul do distrito de Viseu e alguns concelhos vizinhos, dos distritos da Guarda e Coimbra, neste momento vendemos para todo o país, pois os novos canais de comunicação e informação assim o permitem”. A relação que a empresa tem mantido com a organização de iniciativas ligadas aos desportos motorizados tem sido constante, como tem ocorrido nas várias edições do Passeio de Automóveis Antigos. “No Rally Vinho do Dão não podíamos também ficar de fora e vamos aproveitar este grande evento para dar a conhecer a nossa marca junto do público alvo que gosta de automóveis e que de certa forma acompanha o desenvolvimento do setor”, conclui.