Nova linha de produção da LUSOFINSA representa um investimento de 50 milhões

– Poderão ser criados 60 novos postos de trabalho
    A empresa Espanhola, uma das maiores da Península Ibérica no fabrico de aglomerados de madeira, prevê criar até 60 novos empregos com este investimento de expansão de capacidade produtiva na unidade de Nelas, cujo montante poderá ascender a 50 milhões de euros.
    Lembramos que há muito a Lusofinsa ponderava criar uma nova linha de produção em Nelas. Depois da contração na sua atividade nos últimos anos, o que levou ao despedimentos de várias dezenas de trabalhadores, os sinais do mercado parecem estar a melhorar e mais uma vez Nelas aparece como aposta segura da empresa Espanhola, mesmo depois do último grande incêndio que sofreu. O concelho de Nelas posiciona-se mais uma vez como um dos mais dinâmicos da região na atração de novos investimentos, continuando assim a constituir um dos maiores pólos industriais do distrito de Viseu. Com a vinda dos sofás Aquinos para Nelas e com este novo investimento da Lusofinsa, poderão vir a ser criados até 500 empregos no concelho. Sem dúvida uma grande e promissora notícia para a economia local.

20 comentários a "Nova linha de produção da LUSOFINSA representa um investimento de 50 milhões"

  1. os opositores tradicionais fazem politicazinha

    enquanto a cmn faz politica a sério

    Parabens sr Presidente e Vereação a tempo inteiro

    • A vida corre-vos bem!

      A Z I de Canas e as instalaçôes dos antigos fornos ,para quando todo esse empenho da câmara?

    • Vai dormir Guto. Beijinho do papá.

    • está a ser duro, para quem tinha as promessas gaqrantidas, é mesmo duro, aplica-te em Canas.

    • Isto é de bradar aos Céus, mas o que a Casa Amarela tem a ver com os postos de trabalho da Luso- Finsa? Querem mostrar as pessoas que estão a arranjar empregos? Isto é pura demagogia. os Espanhóis entenderam qua a conjuntura econômica em Espanha começa a dar sinais de recuperação e claro, eles não brincam em « serviço», e pronto devem contratar mais pessoal. Estes eleitos nada têm a ver com isso e até uma vergonha estarem sempre a colarem-se as empresas e mesmo que assim fosse era vossa obrigação.

  2. o que é que tem haver uma nova linha de produção com a cmn?
    deram algum subsidio?

  3. OS RAPAZES ainda não se refizeram da queda e, pelas intervenções, são quase certas novas e mais graves QUEDAS.(sf)

  4. Analisando os factos:

    1 CMN (da Isaurinha) gastou milhares de euros em recursos para desapropriar terrenos nas imediações da LusoFinsa.

    2 A Lusofinsa despediu cerca de 60 trabalhadores (reinava a mesma Isaurinha na CMN)

    3 A CMN (da Isaurinha) Nada fez

    4 LusoFinsa prepara-se para admitir cerca de 60 funcionários (CMN Borges da Silva)

    Resumo: Nenhum dos reinados da CMN tem nada a ver com esta decisão da LusoFinsa em montar uma linha nova. Se bem que o anterior reinado nada fez para travar os despedimentos, portanto, tenham todos juízo!

    • PARABÉNS PELO COMENTÁRIO LÚCIDO.
      SUBSCREVO.
      QUE FIQUE CLARO, O ANTERIOR "REINADO" FOI MUITO FRACO, O ATUAL TENTA CAPITALIZAR TUDO O QUE SE MEXE ATRAVÉS DE PROPAGANDA E "BOA" COMUNICAÇÃO SOCIAL.
      PARECE-ME MAL ESTA TENTATIVA DE CAPITALIZAR POLITICAMENTE UMA QUESTÃO DO FORO EMPRESARIAL, NA QUAL A AUTARQUIA NADA TEM A VER. MAS AS LINHAS DE COMUNICAÇÃO E PROPAGANDA ESTÃO BEM MONTADAS E OLEADAS.

    • Se leu bem, foi o que eu disse. No entanto a Dra. Isaura fez o protocolo como disse, gastou dinheiro dos munícipes, quando os terrenos passaram para nome da LusoFinsa, foram 70 trabalhadores despedidos e e alguns para a reforma.
      Agora pergunto-lhe:
      O QUE FEZ A DRA. ISAURA E O DR. MARQUES PARA TRAVAR ESTES DESPEDIMENTOS? NÃO TERIAM QUE TOMAR ALGUMA ATITUDE PARA TRAVAR OU EVITAR ESTES DESPEDIMENTOS?
      Cumprimentos

  5. O atual executivo deve dizer aos nelenses entenda-se habitantes do concelho de Nelas, o que fizeram de novo para a nova linha de produção da LUSOFINSA, quando ela já estava programada há mais de três anos, os verdadeiros cucos.

  6. A empresa jornalística da Câmara Municipal de Nelas, na senda das visitas do presidente da Câmara aos industriais do concelho não publicou ainda a fotografia da visita à TOPACK?

  7. Ao comentador das 06:32
    Foi a Isaurinha que fez o primeiro protocolo para aquisição dos terrenos, que este agora querem embandeirar em arco.

  8. Para os menos informados e para os espertos políticos: Só é possível a instalação de uma nova linha na LUSOFINSA com a construção de mais zona coberta do que a atual, porque foram adquiridos terrenos em tempo útil.
    Agora pensem um pouco e tirem conclusões.
    Ter conhecimento disto não é para todos dai a razão de virem uns inteligentes tentar tirar dividendos políticos.
    Quando a promoção é feita desta maneira; nada mais há para dizer desta gentinha……

  9. vão dar banho ao cão, aproveitem e lavem-se na mesma água fffffffff

    • Gutinho e a educação? O Papa, o verdadeiro escorpião, não te dá uns açoites? Vai dormir, Gutinho. Descansa, pede ao Papa para te embalar.

  10. Ao comentador das 19:58
    Concordo e a sua opinião está correta. Exatamente a Lusofinsa por si só já tinha começado há mais de três anos a adquirir os terrenos, para criar condições da sua ampliação.
    Querem agora estes espertos tentar tirar dividendos políticos.

  11. Eu também sabia disso.
    Só que, a comunicação oleada de Borges da Silva quer tirar dividendos sem nada ter feito.
    Então o IMI não prejudicou a procurar de industriais para se instalarem?
    Envolver industriais na politica é que não ajuda em nada.

Os comentários estão fechados.

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies