Concurso público para a requalificação da Casa do Passal foi lançado

A Direção Regional da Cultura do Centro acaba de abrir o concurso público para “Substituição da Cobertura, Reforço e Estabilização Estrutural” da Casa do Passal, em Cabanas de Viriato.O edifício histórico onde residiu Aristides de Sousa Mendes, que salvou do holocausto 30 mil pessoas (entre as quais 10 mil judeus), para ser recuperado, num primeira fase, terá um valor base de empreitada de  316 983,49 euros e um prazo de execução de 210 dias.
Até ao 20.º dia da publicação do anúncio – 24 de fevereiro – decorre o prazo para apresentação de propostas sendo que a adjudicação da mesma será realizada com base no critério do mais baixo preço.
Tratando-se de uma obra de extrema importância para o Concelho e para a região, a Câmara Municipal aguarda o início das obras com grande expetativa. Afinal, a residência do ex-Cônsul recebeu a classificação de Monumento Nacional no início de março de 2011 e, de então até esta parte, pouco ou nada foi feito.
Tomando conhecimento da abertura do concurso público para os trabalhos de consolidação da ex-residência do Cônsul Aristides de Sousa Mendes, o Município vê finalmente atendida uma pretensão de largos anos que assume a relevância simbólica do edifício como lugar da memória histórica e política. A par é também reconhecido o valor científico, patrimonial e cultural da Casa do Passal.