Manuel Marques qualifica de “falta de decoro” a justificação de Borges da Silva na renovação dos contratos a técnicos

Manuel Marques, vereador do CDS/PP, fez chegar à nossa redação uma nota de imprensa em que critica decisões recentes do presidente da autarquia, José Borges da Silva, relativas à renovação de contratos com 3 técnicos assim como a nomeação do representante no conselho geral do Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim :
“O Presidente da Câmara Municipal de Nelas, tornou pública a justificação para a recente renovação de três contratos de prestação de serviços.
Da sua inteira responsabilidade, fundamentou a renovação para que aos contratados seja possível o período necessário para o direito à proteção no desemprego.
Não foi com esta justificação que eu direcionei o meu sentido de voto naquela reunião de câmara.
Votei FAVORAVELMENTE, porque conheço o trabalho exemplar e irrepreensível destes três técnicos, durante o tempo que comigo trabalharam no Município de Nelas, um deles, a sua necessidade foi indicada pela inspeção da IGAL.
Misturar o profissionalismo e dedicação destes três jovens, com uma possibilidade de recurso ao subsidio de desemprego é uma triste humilhação prestada pelo atual Presidente da Câmara de Nelas, que eu repúdio veementemente e que muito me indigna.
Era dever do Presidente da Câmara, orgulhar-se com o trabalho prestado por aqueles três jovens em prol da populações do concelho. 
Simplesmente, LAMENTÁVEL com grande FALTA de DECORO”
“Tomei conhecimento e por isso, quero congratular-me por o presidente da Câmara Municipal de Nelas, “ dar a mão à palmatória” ao corrigir um erro, com o qual quebrou um costume de vários anos.
Refiro-me concretamente à indicação de uma individualidade para o Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim.
Pese embora, seja da competência do Município a indicação do nome, facto é que, desde há muitos anos a câmara municipal solicitava à junta de freguesia de Canas de Senhorim, que tomasse a responsabilidade pela indicação do nome do conselheiro.
Também há muitos anos que, esse lugar era ocupado pelo professor Luís Pinheiro, que com o seu saber e competência, sempre colaborou para que o Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim funcionasse de uma forma exemplar e meritória, aliviando muitas vezes as responsabilidades da Autarquia.
Não vou aqui comentar ou elencar as motivações que certamente levaram o presidente da Câmara Municipal de Nelas a interromper em novembro de 2013 esta “praxis”, deixo isso à mercê dos mais atentos.
Não será ousado agradecer, em meu nome pessoal e da comunidade escolar de Canas de Senhorim, por voltar a permitir-se que a Junta de Freguesia de Canas de Senhorim continue a indicar o nome para o Conselho Geral do Agrupamento de Escolas da sua freguesia”.