Cordão humano para salvar a Casa do Passal

“Todos de mãos dadas por esta causa. A memória deste herói Português que salvou mais de 30.000 seres humanos do Holocausto Nazi precisa de todos e não pode continuar a ser ignorada, nem tão maltratada; infelizmente a Casa de encontra-se num estado lastimável, tendo parte do telhado desabado, sendo urgente o inicio das obras de recuperação. É tempo de mostrarmos a importância que a Casa do Passal pode ter, se for transformada num espaço Cultural com exposições e outras actividades a par da criação dum Memorial às vitimas do Holocausto; onde todos nós, a família e quem nos visita ( muitos deles descendentes dos que foram salvos por ASM) possam reencontrar paz e tranquilidade, reaproximando-se do espirito sereno deste Vulto da nossa história. A memória de Aristides Sousa Mendes inspira-nos”, escreve o grupo ARISTIDES SOUSA MENDES da rede social facebook, que tem agendado um cordão humano para o próximo dia 6 de Abril, pelas 16h30m, em Cabanas junto à Casa do Passal.