Revista dos Vinhos faz o DÃO brilhar a grande altura nos tintos abaixo de 10 euros

A edição de Janeiro da Revista dos
Vinhos, revela alguma controvérsia e profunda incoerência em relação aos vinhos
do nosso DÃO.  Se num artigo de pesquisa
sobre os vinhos tintos a consumir em tempos de crise, ou seja, com boa relação
preço/qualidade (abaixo de 10 euros/garrafa), os néctares da centenária região
aparecem em grande plano, em contraponto o diretor da revista, no balanço de
2013, faz um grande desfile do que melhor se fez em Portugal no setor, citando
as diversas regiões do país, mas nem uma palavra para o Dão. Já na referida
seleção de tintos abaixo de 10 euros, o Dão aparece em grande destaque, em mais
uma inequívoca demonstração que estamos na presença dos melhores tintos do
país.  Na lista aparecem apenas 2 vinhos
com 17 pontos. Logo a seguir, com 16,5 pontos, aparecem 5 vinhos do Dão, dos
quais 3 do concelho de Nelas. Assim, de acordo com a análise da RV, nos 12
melhores tintos do país, com preço inferior a 10 euros, temos 3 vinhos do
concelho de Nelas : Flor de Viseu Tradition 2010 (Lusovini) , com um preço de
7,99 € ; Paço dos Cunhas de Santar Nature 2010, com preço de 6,99 € e Titular
Touriga Nacional 2011 (Caminhos Cruzados), com um preço de 9,50 €. São
realçadas nestes vinhos a fruta muito aromática, típica do Dão, muito assente
em frutos vermelhos maduros, a notável acidez, a fineza dos taninos, a solidez
e austeridade e ainda as notas de chocolate e especiarias. Vinhos obrigatórios,
com a longevidade a que o Dão nos habituou.